Luta suíça - De esporte de pastores a esporte de competição.

A forma suíça da luta livre é muito admirada na Suíça. Sobretudo nos últimos tempos, os eventos desta modalidade ganharam novo impulso.

Compartilhe conteúdo

Obrigado pela classificação
A luta suíça é um duelo entre duas pessoas fortes, com regras, pegadas e movimentos próprios. Nela, os Bösen (os melhores lutadores), famosos em toda a Suíça, medem suas forças em festas de luta suíça de menor ou maior porte. Nos Eidgenössische Schwing- und Älplerfeste (Festivais de Luta Suíça e Jogos Alpinos), a cada três anos é escolhido o Rei de Luta Suíça da Confederação Suíça. A luta suíça se diferencia da luta livre principalmente devido ao fato de as pegadas serem rigorosamente estipuladas e de os lutadores de luta suíça usarem camisetas ou camisas e calças compridas, sobre as quais eles vestem um short curto de cotim grosso. As pernas destas calças do lutador suíço são enroladas para cima até formarem um lugar onde se pode pegar.

Comissão de arbitragem

Antes de cada round (combate), a comissão de arbitragem divide os lutadores. Uma particularidade da luta suíça é que, após cada round, se redefine quem deve lutar contra quem. De acordo com o evento, a comissão de arbitragem é composta de 3 - 6 pessoas. O combate é realizado e então avaliado por um árbitro que fica no campo coberto de serragem e por dois árbitros sentados à mesa. Um round dura 5 minutos.

Round

No início de um combate, os lutadores apertam as mãos em uma demonstração de respeito. Um round é considerado decidido quando um lutador toca o chão ao mesmo tempo com as costas completamente ou até o centro das duas omoplatas (partindo da cabeça ou das nádegas, do lado esquerdo ou direito). O resultado só é válido quando as duas omoplatas tocarem o chão dentro do ringue de serragem. O regulamento também estipula que o vencedor deve retirar a serragem dos ombros do perdedor.

Movimentos

Para lutar de forma variada e diferenciada, o lutador que deseja vencer precisa treinar vários movimentos e suas combinações. No início, apenas alguns poucos movimentos eram conhecidos. Hoje, no manual de luta suíça estão registrados com detalhe cerca de 100 movimentos. Os cinco movimentos principais são chamados de Brienzer, Bur, Hüfter, Kurz e Übersprung.

Esporte de competição para amadores

O rei da luta suíça e seus concorrentes não ganham prêmios em dinheiro, mas recebem uma coroa e prêmios da "mesa de presentes": um Muni (touro jovem), mas também sinos de vaca, móveis campestres ou outros produtos em espécie. A luta suíça é um esporte amador com regras rigorosas dos patrocinadores e proibição de propaganda no ringue de luta.

História

Não é possível datar com precisão as raízes da luta suíça. Uma primeira ilustração do século XIII na catedral de Lausanne já mostra a maneira típica da pegada. Na Suíça central e no platô suíço, a luta suíça fazia parte da cultura de festas. Em muitas festas alpinas e de tabernas, lutava-se por um pedaço de tecido para fazer calças compridas, por uma ovelha ou por outros produtos em espécie. A fama da vitória era muito mais valiosa do que o prêmio em si. Um revigoramento da luta suíça ocorreu por ocasião da primeira festa dos pastores alpinos de Umspunnen em 1805, em uma época na qual a Suíça sofria sob o domínio francês. O objetivo desta festa era, expressamente, fortalecer a consciência nacional suíça. No século XIX, as festas de luta suíça e professores de educação física levaram a luta suíça às cidades. Foi assim que, do jogo original dos pastores e camponeses, nasceu um esporte nacional suíço. Muitos costumes e tradições estão intimamente ligados à luta suíça e às festas de luta suíça.

Organizada em toda a Suíça

As associações, lideradas pela Eidgenössische Schwingerverband (Associação de Lutadores de Luta Suíça da Confederação Helvética) (fundada em 1895), organizaram o esporte, integrando modalidades regionais próprias, elevando o nível técnico através de manuais e de treinos e criando regras modernas de competição. Hoje, a associação conta com mais de 5.000 lutadores ativos. Deste total, quase 2.000 são lutadores jovens. Ela se divide em 5 associações setoriais, 23 associações cantonais e 6 associações distritais. Em 1980, foi realizada pela primeira vez uma luta suíça feminina. Apesar de também ter se difundido em regiões urbanas, a luta suíça é ainda hoje mais popular nas regiões rurais pré-alpinas mais tradicionais da Suíça alemã.

Lançamento da pedra de Unspunnen

O lançamento de pedra está intimamente ligado à luta suíça. A chamada Pedra de Unspunnen, um bloco de pedra bruto de 83,5 quilos, oriundo de uma geleira, é projetada pela maior distância possível após se correr para pegar velocidade para a projeção. Em agosto de 2004, Markus Maire estabeleceu um novo recorde. Ele projetou a pedra, que os mortais normais nem conseguem mover, por uma distância de 4,11 metros e superou a melhor marca anterior de Roland Stählin em 14 centímetros. A pedra recebeu o nome da localidade de Unspunnen, localizada perto de Interlaken, onde foi realizada a primeira grande festa de pastores alpinos após a retirada dos franceses em 1805.
Fonte

www.esv.ch

Selecione uma visão diferente para os seus resultados: