Furka Pass

Valais

Gletsch: mit dem Bahnhof der Dampfbahn Furka-Bergstrecke

Gletsch: mit dem Bahnhof der Dampfbahn Furka-Bergstrecke

Gletsch: Gelmer Staumauer

Gletsch: Gelmer Staumauer

Oberwald: Obergoms - Hungerberg

Oberwald: Obergoms - Hungerberg

Oberwald: Blick zu den Bahnhöfen der Dampfbahn Furka-Bergstrecke und der Matterhorn-Gotthard-Bahn

Oberwald: Blick zu den Bahnhöfen der Dampfbahn Furka-Bergstrecke und der Matterhorn-Gotthard-Bahn

Räterichsboden: Grimsel Richtung Aaretal

Räterichsboden: Grimsel Richtung Aaretal

Räterichsboden: Grimsel Hospiz, Grimselsee

Räterichsboden: Grimsel Hospiz, Grimselsee

Realp: mit dem Bahnhof der Dampfbahn Furka-Bergstrecke DFB

Realp: mit dem Bahnhof der Dampfbahn Furka-Bergstrecke DFB

Tiefenbach › Süd-Ost: Schafberg

Tiefenbach › Süd-Ost: Schafberg

Albert Heim Hütte: Schafberg

Albert Heim Hütte: Schafberg

Tiefenbach: Blick vom Weiler - zum Furkapass

Tiefenbach: Blick vom Weiler - zum Furkapass

A Passagem de Furka liga Andermatt, no cantão de Uri, a Gletsch, no cantão de Valais. É parte do popular Three-Pass-Ride sobre as passagens de Furka, Grimsel e Susten. No verão, um passeio no nostálgico Furka a vapor garante uma experiência memorável no trajeto de Realp a Gletsch.

Compartilhe conteúdo

Obrigado pela classificação

Vindo do Vale do Reuss, você pode percorrer o Desfiladeiro Schöllenen – antigamente, um trecho intransponível na rota de Gotardo, via Andermatt, em direção aos vales de Urseren e Hospen –, onde a estrada sobre a passagem de Gotardo começa. Na parte de trás do Vale do Urseren, próximo à vila de Realp, a subida da estrada da passagem de Furka se inicia. Neste ponto, durante o verão, dá para observar o movimento engenhoso do motor a vapor do trem de Furka. Depois de alguns quilômetros, chega-se ao povoado de Tiefenbach e, após andar sobre a encosta, o trem sobe entre curvas estreitas ao pico, a 2.431 metros acima do nível do mar. Aqui, você terá a vista panorâmica do Maciço de São Gotardo e do Vale do Urseren.
No lado de Valais, o Hotel Belvedere, cerca de três quilômetros abaixo do cume da passagem de Furka, oferece bons ângulos da geleira de Rhone. Um passeio à gruta glacial (uma câmara de gelo construída ano a ano) é definitivamente valioso. Infelizmente, a geleira de Rhone tem perdido um pouco de sua imensidão devido às alterações climáticas. Em 1850, um rio de gelo se uniu à bacia do vale e, hoje, a língua glacial termina na altura do Hotel Belvedere.

Verão

Gletsch, no Alto Goms (1.759 metros), fica no sopé das passagens de Furka e Grimsel (Oberland bernês) e é consagrada, principalmente, por abrigar a pequena estação de trem a vapor Furka e o enorme Grand Hotel Glacier du Rhône, onde a atmosfera do início do século 19, durante a Era da passagem Alpina, ainda permanece viva. Uma caminhada de 30 minutos em uma trilha imersa na natureza deixa os visitantes familiarizados com o ecossistema da área pré-glacial, com uma riqueza incrível de plantas.

Selecione uma visão diferente para os seus resultados: