Zoológico de Basileia

Zoológico de Basileia

Gorilas, rinocerontes, crocodilos, elefantes e outras 600 espécies de animais vivem no Zoológico de Basileia. Ele é tão bom com os animais que reproduções de sucesso não são raridade. O Vivário oferece uma visão fascinante sobre o mundo dos répteis. mais

Viamala – Os Abismos mais Profundos dos Grisões

Viamala – Os Abismos mais Profundos...

Era uma vez uma ravina muito profunda, no Vale Hinterrhein, que todos odiavam. Os viajantes chamavam-na de "o mau caminho". Era um obstáculo na...mais

Museu Oskar Reinhart

Museu Oskar Reinhart

O Museu Oskar Reinhart traz cerca de 600 quadros de artistas alemães,...mais

Lago Genebra

Lago Genebra

Os celtas chamavam o Lago Genebra (ou Lago Léman) de "Água Grande" –...mais

Zoológico de Basileia

Gorilas, rinocerontes, crocodilos, elefantes e outras 600 espécies de animais vivem no Zoológico de Basileia. Ele é tão bom com os animais que reproduções de sucesso não são raridade. O Vivário oferece uma visão fascinante sobre o mundo dos répteis.

Gorilas, rinocerontes, crocodilos, elefantes e outras 600 espécies de animais vivem no Zoológico de Basileia. Ele é tão bom com os animais que reproduções de sucesso não são raridade. O Vivário oferece uma visão fascinante sobre o mundo dos répteis.

Zoológico de Basileia
Mapa detalhado

Viamala – Os Abismos mais Profundos dos Grisões

Era uma vez uma ravina muito profunda, no Vale Hinterrhein, que todos odiavam. Os viajantes chamavam-na de "o mau caminho". Era um obstáculo na jornada através dos Alpes. Belíssima, mas selvagem e ameaçadora. E hoje, isso é exatamente a razão pela qual se viaja ao Viamala.

Era uma vez uma ravina muito profunda, no Vale Hinterrhein, que todos odiavam. Os viajantes chamavam-na de "o mau caminho". Era um obstáculo na jornada através dos Alpes. Belíssima, mas selvagem e ameaçadora. E hoje, isso é exatamente a razão pela qual se viaja ao Viamala.

Viamala – Os Abismos mais Profundos dos Grisões
Mapa detalhado

Museu Oskar Reinhart

O Museu Oskar Reinhart traz cerca de 600 quadros de artistas alemães, suíços e austríacos, do século XVIII ao XX. Em 1º de agosto de 2010, as duas coleções do Oskar Reinhart foram combinadas temporariamente. A renovação da Villa Am Römerholz oferece uma oportunidade única de contemplar um conjunto importante de seus quadros, mundialmente famosos, feitos por antigos mestres e impressionistas franceses no Museu Oskar Reinhart, em Winterthur, aqui estabelecido de forma a buscar um interessante diálogo com parte do acervo dedicado aos quadros de pintores alemães e suíços, no Reinhart.

O Museu Oskar Reinhart traz cerca de 600 quadros de artistas alemães, suíços e austríacos, do século XVIII ao XX. Em 1º de agosto de 2010, as duas coleções do Oskar Reinhart foram combinadas temporariamente. A renovação da Villa Am Römerholz oferece uma oportunidade única de contemplar um conjunto importante de seus quadros, mundialmente famosos, feitos por antigos mestres e impressionistas franceses no Museu Oskar Reinhart, em Winterthur, aqui estabelecido de forma a buscar um interessante diálogo com parte do acervo dedicado aos quadros de pintores alemães e suíços, no Reinhart.

Museu Oskar Reinhart
Mapa detalhado

Lago Genebra

Os celtas chamavam o Lago Genebra (ou Lago Léman) de "Água Grande" – "Lem an" –, e por isso até hoje ele é assim chamado, em francês, de "Lac Léman". E ele é grande, de fato. Barcos lacustres, barcos históricos com rodas de pás e pequenos ferryboats navegam neste corpo aquático de 582 quilômetros quadrados.

Os celtas chamavam o Lago Genebra (ou Lago Léman) de "Água Grande" – "Lem an" –, e por isso até hoje ele é assim chamado, em francês, de "Lac Léman". E ele é grande, de fato. Barcos lacustres, barcos históricos com rodas de pás e pequenos ferryboats navegam neste corpo aquático de 582 quilômetros quadrados.

Lago Genebra
Mapa detalhado