stage cut

Fatos Gerais

Política

1848: a criação da Suíça
A criação do estado moderno da Suíça retoma ao ano de 1848. Antes desta época, a Suíça era uma aliança solta de cantões independentes.
Em 1848, a Suíça recebeu uma constituição moderna, que transformou a união de Estados em um Estado Federativo. Em determinadas áreas, como a política externa e financeira, um governo central assumiu as responsabilidades dos cantões. A constituição serviu para reunir os interesses diversificados dos cantões individuais e os interesses gerais do Estado Federativo.

Regime e sistema de governo
A Suíça é um Estado Federativo democrático parlamentar com uma democracia direta.
Com a Assembleia Federal, a Suíça possui um parlamento de duas câmaras: ele é constituído pelo Conselho Nacional dos Representantes do Povo (200 deputados) e pela Câmara dos Representantes dos Cantões (46 deputados). A Assembleia Federal elege o Conselho Federal: o chefe coletivo de Estado composto de 7 membros.

Federalismo e democracia direta
Uma singularidade deste pequeno país é o federalismo marcante que se expressa através de dois elementos: na forte autonomia dos 26 cantões e seus municípios e na participação direta na tomada de decisões política.
Não só os cantões exercem forte influência – mas também o cidadão e a cidadã individualmente. É a democracia direta que torna isso possível: através da iniciativa popular e do referendo (escrutínios realizados trimestralmente), os cidadãos têm a ocasião de influenciar as atividades do governo.

Mais informações sobre o sistema político da Suíça encontram-se em: swissworld.org

Selecione uma visão diferente para os seus resultados: