8 trechos do Grand Train Tour of Switzerland

A lista à esquerda leva diretamente aos pontos correspondentes desta página.

Introdução

 
Com um total de 8 trechos, o Grand Train Tour of Switzerland combina os passeios de trem mais cênicos numa única rota de tirar o fôlego. Durante todo o ano, essa viagem de trem de 1.280 quilômetros liga as mais charmosas cidades suíças aos resorts alpinos mais badalados, passando por Patrimônios Mundiais da UNESCO e por vistas e monumentos mundialmente famosos.

Karte Swiss Travel System

2 h 51 min / 131 km Zürich – Luzern – Interlaken

De lago a lago, de cidade a cidade.

No trajeto que parte do centro urbano da Suíça até Lucerna, montanhas e colinas suaves dominam o cenário, entremeadas por lindos lagos. Em Lucerna, os passageiros passam para o Luzern–Interlaken-Express. O trecho percorrido neste trem panorâmico premium conecta dois destinos mundialmente famosos. O tempo passa voando enquanto os viajantes se encantam com o cenário de montanhas, lagos cor de turquesa e inúmeras quedas d'água. 

Destaques:

3 h 5 min / 120 km Interlaken – Zweisimmen – Montreux

Um passeio panorâmico entre dois mundos.

Partindo de Interlaken, os viajantes começam deslizando às margens do Lago Thun e depois atravessam o Vale Simmen para chegar a Zweisimmen. A partir de desse ponto, a viagem continua com o GoldenPass Panoramic. Passando por castelos magníficos e campos onde o gado pasta tranquilo, o trem finalmente cruza a linha onde o idioma passa do alemão para o francês. No último trecho, o trem desce as colinas em suaves curvas, e ao chegar em Montreux, os viajantes são envolvidos pelo clima mediterrâneo da região.

Destaques:

2 h 31 min / 148 km Montreux – Visp – Zermatt

Subindo o vale rumo ao Matterhorn.

Visp fica bem pertinho da renomada Montreux. Daqui, a jornada continua através do Vale Nikolai, o mais profundo da Suíça, até Zermatt. Antes de podermos avistar o Matterhorn, a “montanha das montanhas”, o trem precisa superar mais de 900 metros de altitude, em parte com a ajuda de rodas dentadas.

Destaques:

7 h 46 min / 291 km Zermatt – St. Moritz

O trem expresso mais lento do mundo.

O Glacier Express atravessa os Alpes e conecta a elegante Zermatt, no sopé do Matterhorn, à igualmente sofisticada estação de esqui St. Moritz. No trajeto de oito horas através dos montanhosos cantões de Valais, Uri e Grisões, o trem passa por 91 túneis e mais de 291 pontes. Vistas panorâmicas da imponente paisagem alpina, ravinas profundas e vales pitorescos - com todo o conforto a bordo do trem..

Destaques:

6 h 46 min / 183 km St. Moritz – Tirano – Lugano

De geleiras a palmeiras

O Bernina Express inspira os sentidos e conecta regiões de diferentes idiomas e culturas. Um destaque espetacular depois do outro: a incrível geleira Morteratsch e logo depois, a 2.253 metros de altura, o Lago Bianco. O turquesa vibrante do lago se destaca como uma joia em meio à paisagem alpina. Seguindo a rota das Ferrovias Rhaetian, Patrimônio Mundial da UNESCO, o trem vai subindo as curvas até a a Passagem de Bernina e depois desce suavemente o lindo vale Val Poschiavo em direção a Tirano, na Itália. A jornada continua no Ônibus Expresso de Bernina, atravessando o Vale Valtellina e passando pelo Lago Como até chegar em Lugano.

Destaques:


5 h 30 min / 182 km Lugano – Flüelen – Luzern

Jornada panorâmica de trem e barco.

O Gotthard Panorama Express apresenta um ótimo exemplo da diversidade da Suíça: O trem panorâmico de primeira classe parte do Ticino, com seu estilo mediterrâneo, e percorre a rota panorâmica de Gotthard, mundialmente famosa. Aqui, os viajantes passam do trem a um barco, com o apoio e orientação de um guia. O barco desliza pelo Lago de Lucerna atravessando o coração da Suíça tradicional, no cenário emoldurado por deslumbrantes montanhas, até chegar em Lucerna.

Destaques:

2 h 17 min / 125 km Luzern – St. Gallen

Passeio por colinas suaves com vista para os Alpes.

Em primeiro plano, a paisagem de colinas verdes e pequenas montanhas mostra seu charme frente aos Alpes majestosos. Esse é o trajeto percorrido pelo Voralpen Express entre Lucerna e St. Gallen. O ponto inicial do trajeto fica no Lago Lucerna, tendo como pano de fundo o imponente panorama alpino da Suíça Central. O Voralpen Express cruza o Lago de Zurique e passa por Rapperswil, a cidade das rosas. Pouco antes de chegar em St. Gallen, outro destaque: o Viaduto Sitter, que com seus 99 metros é a ponte ferroviária mais alta da Suíça.

Destaques:

2 h 34 min / 133 km St. Gallen – Schaffhausen – Zürich

O lado “marítimo” da Suíça.

Saindo da cidade histórica de St. Gallen, o trem segue serpenteando pela paisagem pastoril de suaves colinas em direção ao Lago Constança, e continua o trajeto ao longo de suas margens por mais 40 quilômetros. Depois a rota segue o curso do Rio Reno até Schaffhausen, onde a Fortaleza Munot se destaca como marco da cidade. Schaffhausen também é famosa pelas maiores quedas d'água da Europa: as Cataratas do Reno Pouco depois de cruzar a impressionante ponte ferroviária de Eglisau, o trem chega em Zurique, metrópole financeira da Suíça.

Destaques:

  • St. Gallen: Bairro do Mosteiro e Biblioteca do Mosteiro (Patrimônio da Humanidade da UNESCO)
  • Linha de trem: viagem às margens do Lago Constança e Cataratas do Reno
  • Schaffhausen: cidade medieval nas Cataratas do Reno
  • Zurique: Metrópole da Suíça